Blog

Como funciona o cálculo de crédito de carbono?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Cálculo de crédito de carbono. Com certeza você já ouviu falar disso, mas você sabe exatamente o que quer dizer?

O Inventário de Gases de Efeito Estufa é o começo para uma Gestão de Carbono. Esta ferramenta oferece o diagnóstico do impacto climático potencial de uma organização em um dado período. A quantificação dos gases emitidos pela Camargo Corrêa Infra tem como base a metodologia do Programa GHC Protocol, padrão mais utilizado mundialmente.

O 1º passo do cálculo de emissões consiste na identificação das fontes; elas podem ser através da queima de combustíveis em equipamentos próprios ou de terceiros, via emissão no consumo de energia elétrica, entre outros.

O 2º passo, realizado mensalmente por todas as obras, é a coleta de dados. Os dados das atividades de cada obra são multiplicados pelos fatores de emissão e, em seguida, esta emissão é convertida a CO2 Equivalente (tCO2e) – medida criada internacionalmente para padronizar esses cálculos. Para esta conversão, usam-se os fatores GWP (Global WarmingPotential), que representam a capacidade que um gás tem de aquecer a atmosfera, em comparação ao CO2. Ou seja, compara as emissões dos gases de efeito estufa baseado na quantidade de CO2 que teria o mesmo potencial de aquecimento global.

A partir destas informações referentes às emissões, são definidas as “Ações de Redução de Emissões de Gases de Efeito Estufa”. E, assim, o cálculo da  redução das emissões  é baseado no resultado destas ações. De janeiro a julho deste ano, evitamos a emissão de 13.930 tCO2e. Isto é, mitigamos o aquecimento da atmosfera em mais de 13 mil toneladas de gás. Dentre as ações, realizamos a preservação de árvores, utilização de biodiesel, redução no consumo de energia, manutenção preventiva dos equipamentos, controle de fumaça preta e consumo de energia elétrica de fontes renováveis.

“É muito importante que as empresas se posicionem e demonstrem o que estão fazendo para mitigar as emissões de GEE geradas através dos seus serviços e produtos. Com a correta Gestão de Carbono, podemos rastrear dados e criar metas para reduzir as emissões, poupar recursos naturais e financeiros, além de garantir um mundo melhor para as futuras gerações”, explica o gerente de Sustentabilidade, Fabio Rocha.