Blog

ICC atualiza estratégias para atender novas demandas da sociedade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao longo de seus dezenove anos de existência, o Instituto Camargo Corrêa (ICC) vem testemunhando uma transformação acelerada no mundo. A estrutura social do passado, que dividia a população em grupos de favorecidos e não favorecidos, já não consegue explicar a sociedade atual, que se tornou mais complexa. “Hoje contamos com formas mais contemporâneas de organização. Temos grupos que ganharam representatividade e apontaram outras demandas que são cada vez mais contempladas nas pautas de institutos e fundações, como as demandas dos índios, dos quilombolas, agricultores familiares, refugiados e imigrantes”, explica Kalil Farran, diretor do ICC.

Se de um lado há novas problemáticas surgindo e se tornando emergenciais; de outro, os recursos financeiros passam a ser cada vez mais escassos. Neste cenário complexo e em constante mudança, é preciso se reinventar sempre, atentando para as diferentes demandas da sociedade e buscando estratégias cada vez mais alinhadas às necessidades do contexto social dos nossos tempos. Para conseguir isso, o ICC revisita suas estratégias constantemente e, atualmente, tem trabalhado com foco em duas grandes frentes.

A primeira frente é voltada ao desenvolvimento econômico por meio do empreendedorismo. São projetos que visam a geração de trabalho e renda, despertando e fortalecendo o empreendedorismo nas comunidades. A segunda foca em levar infraestrutura digna para as comunidades que mais sofrem com falta de recursos básicos. “Esses projetos estão diretamente ligados à inteligência da Camargo Corrêa Infra e significam melhor qualidade de vida para a população”, afirma Kalil.

Além dessas duas frentes, o ICC atua incentivando o voluntariado dos profissionais da Camargo Corrêa Infra. “Toda empresa tem uma inteligência que pode ser colocada a serviço da comunidade. Incentivamos os funcionários a atuarem em prol da sociedade com seus dons e vocações. “Esse capital intelectual e a força de trabalho desses voluntários ajudam a suprir a carência de recursos que se apresenta hoje para institutos e fundações”, aponta Kalil.

Seja no fomento ao empreendedorismo, na construção de infraestrutura básica ou no incentivo ao voluntariado, todas as iniciativas do ICC têm um ponto essencial em comum: visam deixar um legado para as comunidades onde a Camargo Corrêa Infra se faz presente. “Nossos projetos são elaborados sempre de forma a deixar resultados perenes, a manter vivas e em crescimento as sementes que são cuidadosamente plantadas em cada lugar”, conclui Kalil.

O “camisa 1” da Camargo Corrêa

“Um colega me disse que sou o camisa 1! O mais velho de casa continuamente na sede Camargo Corrêa Infra”. Assim, Ricardo Donizetti Rodrigues tenta