Blog

“Respeito é tudo numa empresa”, diz profissional da Camargo há 43 anos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Respeito é tudo numa empresa. Assim o encarregado de Produção, Francisco Saturnino Corrêa, explica seus 43 anos de atuação na Camargo. “Se eu não estiver na obra, eu não estou satisfeito”. Com 63 anos, Saturnino, como é conhecido nas obras do Contorno Viário de Florianópolis, lembra como se fosse hoje o dia 1º de novembro de 1976. “Saí da roça, no Maranhão. Na época fui selecionado para trabalhar na construção da Hidrelétrica de Tucuruí. Eu fui um felizardo”, diz.

A carreira de Saturnino em nossa empresa começou como servente, depois operador de trator agrícola, rolo compactador, carregadeira, escavadeira e, agora, encarregado de Produção. “Gosto muito do que faço. Respeito é tudo na vida. A gente tem tudo na Camargo para ser uma engrenagem em que ninguém fica fora. Tudo o que você fizer na Camargo Corrêa conforme as normas o levará para frente. Meu conselho para quem está começando é que siga seu caminho na empresa, pois terá futuro”. 

E sobre o futuro, ele diz que pensa em parar dentro de quatro anos, mas entre os muitos colegas de obra que aprendem com Saturnino há quem duvide disso. “Mas eu estou por aqui”, diz, com voz um pouco trêmula. “Fico muito emocionado quando falo sobre minha vida aqui”.

 

Crescimento sustentável

O garoto de origem humilde que aos 14 anos começou a trabalhar ganhando meio salário mínimo por mês cresceu. Hoje tem 57 anos e é